Conheça a história da Força Expedicionária Brasileira

Conheça a história da Força Expedicionária Brasileira

“Nunca é tarde para lembrarmos o peso e o significado do grandes guerreiros que participaram ferozmente na Segunda Guerra Mundial. Estes bravos combatentes que atuaram em território europeu contribuíram fortemente para a propagação e consolidação das Forças Armadas”.

Força Expedicionária Brasileira

A Famosa abreviatura FEB vem do nome Força Expedicionária Brasileira, força militar que participou da Segunda Guerra Mundial. Foram cerca de 25 mil militares da arma de Infantaria empenhados nesta ocasião.

A história da FEB nos revela muitas curiosidades, por exemplo, como uma força terrestre brasileira participaria de uma Guerra na Europa?

De fato, a valentia e persistência desses guerreiros foi essencial para levá-los à vitória.

O Brasil estava envolvido na Segunda Guerra Mundial sob o governo de Getúlio Vargas, porém ainda estava neutra a participação das tropas brasileiras em 1939.

No entanto, em 1942 os Estados Unidos(EUA) ameaçou invadir terras brasileira se o governo brasileiro não manifestasse interesse em se aliar a eles, foi então que surgiu a FEB.

A Guerra

Estavam envolvidos militares de várias especialização do quadro de infantaria.

Podemos citar a Companhia de Fuzileiros, artilharia conduzida por caminhões, engenheiros militares, soldados de saúde, combatentes da Cavalaria e o Esquadrão de Reconhecimento.

No comando das tropas brasileiras estava o General Mascarenhas de Morais, Zenóbio da Costa e alguns oficiais de seu estado-maior.

Em setembro de 1944 a FEB entra para o combate no vale do rio Serchio, na Itália. O Brasil, ao lado de soldados norte-americanos estava enfrentando um exército de soldados da Alemanha sob o comando de Adolf Hitler.

As condições climáticas naquela época não foram favoráveis as tropas brasileiras, pois os militares tiveram de enfrentar temperaturas de até 20° graus negativo.

Entretanto, em março de 1945, o Brasil obteve a vitória em Monte Castello e Castelnuovo, enquanto as tropas americanas estavam atuando em Belvedere e Della Torraccia.

Foram meses de combate contra a força inimiga. Os militares brasileiros passaram por vários terrenos europeus, tais como: Montese, Monte Castello Belvedere, Della Torraccia, entre vários outros.

Infelizmente em meio aos confrontos o Brasil teve muitas perdas, foram 454 combatentes mortos.

As tropas brasileiras tiveram um grau de participação na guerra muito favorável, pois a FEB aprisionou aproximadamente vinte mil soldados inimigos e manteve a moral erguida durante todo o confronto.

A Força Aérea Brasileira (FAB) esteve presente neste momento que aconteceu na Itália. Os esquadrões 1ª E.L.O (Esquadrilha de Ligação e Observação) e o 1º grupo de caça foram os protagonista da FAB.

O Lema da FEB

“A cobra está fumando” – menção ao que se falava à época que seria “Mais fácil uma cobra fumar cachimbo do que o Brasil participar da guerra na Europa”.

Brasão Força Expedicionária Brasileira

Sobre o Autor

Lucas
Lucas

Redator no Blog Coach Militar.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *